21/04/2024

Maués realizará evento para discutir desenvolvimento VERDE NA AMAZÔNIA!

A cidade de Maués, também é conhecida como terra do guaraná, vai sediar no próximo sábado, dia 7 de outubro, a primeira edição do Sthorm Festival na Amazônia, que vai reunir grandes nomes nacionais e internacionais para debater sobre saúde, sustentabilidade e preservação da floresta amazônica, com foco na economia verde e cadeias produtivas, no evento haverá palestras e apresentações musicais.

Foto: Rodrigo Negreiros

O evento será realizado no principal ponto turístico da cidade, na praia da Maresia, em Maués, interior do estado do Amazonas. Nomes como Matt Sorum (Guns’n’Roses e Velvet Revolver), Alceni Guerra (ex-ministo da saúde e um dos criadores do SUS), Bob Richads (co-fundador da Space University e Singularity University), Scott Bagby (empreendedor de startups que criou e Skype) e Sue Ann Clements (médica infectologista e pediatra brasileira, pesquisadora da Universidade de Oxford) já confirmaram presença. Também terá nomes nacionais como: Marina Domenech (Oxford University), Fábio Calderaro (ex-gestor do CBA), Alexandre Rivas (presidente do Instituto Piatam), Antonia Maria (pesquisadora do INPA), Junior Leite (prefeito de Maués).

Para o prefeito Junior Leite o evento vai colocar Maués no centro das discursões no que tange a questão do desenvolvimento associado a preservação ambiental, “Em Maués temos o guaraná que é um grande ativo econômico em nosso município, a cadeia produtiva do guaraná pode e deve gerar mais renda aos ribeirinhos, a realização do Sthorm Festival em Maués servirá de balizamento para um novo momento, o mundo inteiro fala em Amazônia, agora vamos falar da Amazônia para o mundo, é a vez de falar de Amazônia dentro da própria Amazônia”, pontuou Leite.

Como chegar à Maués: A cidade fica a 257km em linha reta da capital do Amazonas, por via aérea os voos levam em média uma hora, a companhia Azul Conecta que é uma subsidiaria da Azul Linha Aéreas faz as viagens, por meio fluvial, o percurso é mais longo, os barcos regionais levam em torno de 20 horas até a capital mundial do guaraná.

Nenhum comentário

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *